EMENTA

 

            Interpretação histórica de algumas fases da missão cristã católica ao longo da história da América Latina e do Caribe. Missão dominicana no contexto da violência colonizadora e do sistema da encomienda no Caribe durante o século XVI. O “Colóquio dos Doze” no contexto da missão franciscana no México. O “Diálogo da Conversão do Gentio” no contexto da missão dos jesuítas no ciclo litorâneo no Brasil. Cristianização e escravidão negra: escravidão como modo de produção, trato com os escravos, resistências negras. A fé cristã abraçada pelos dominados em Tepeyac (Guadalupe) e Guaratinguetá (Aparecida). Missão como reconquista e recristianização no contexto da República. Missão como libertação integral: esforços de renovação missionária; a missão sob o autoritarismo militar; influências da Teologia da Libertação; perspectiva da Conferência de Aparecida. Alguns testemunhos.

 

OBJETIVOS

 

            Favorecer uma interpretação histórica dos diferentes modos de missão da Igreja Católica, bem como dos seus missionários e missionárias, na América Latina e no Caribe. Estimular uma compreensão crítica que considere, nos diferentes contextos, as mentalidades e práticas das pessoas em trabalhos missionários em relação à dignidade humana das pessoas e povos dominados. Ao final deste estudo, seus participantes estarão aptos a elaborar uma compreensão da trajetória da missão neste Continente, desde sua incrustação na colonização escravista, passando pelo projeto de reconquista católica desde a instauração da República, até os passos de renovação desde o pré-Vaticano II, a Teologia da Libertação e o projeto colegiado latino-americano-caribenho através do CELAM.